Acessibilidade

Sistema de gestão ambiental começa a ser implantado na Imprensa Oficial do Estado

Autarquia promoveu primeiro mutirão de descarte e reaproveitamento dos jornais

Diante da problemática de escoamento e destino dos excedentes dos jornais produzidos diariamente, a Imprensa Oficial do Estado do Amazonas (Impeam) deu início à implantação de sistemas de gestão ambiental na autarquia. A iniciativa atende a determinação do diretor-presidente, Mário Aufiero, e abrange ações de descarte e reaproveitamento de materiais, cursos e ações de conscientização sobre temas como reciclagem e sustentabilidade.

Uma das primeiras ações do processo foi um curso de gestão ambiental, oferecido aos trabalhadores da autarquia pela Secretaria de Administração e Gestão do Estado (Sead). Entre os participantes esteve Andréa Rolim, funcionária da Controladoria e Ouvidoria da Impeam, que se interessou pela proposta e agora executa o aprendizado promovendo ações de reaproveitamento do lixo e o seu correto descarte.

“Foram sete dias de curso de gestão ambiental que me ajudaram a trazer soluções recicláveis para o maior problema enfrentado hoje em dia no meu local de trabalho: o material excedente (a sobra) dos jornais do Diário Oficial, que são de coleções antigas até as do ano passado e que estão amontoadas ocupando grande parte do almoxarifado. Depois, levar todo esse material para o destino correto de descarte. Hoje começa o nosso primeiro mutirão de limpeza aqui”, enfatizou Andréa.

Os exemplares considerados excedentes datam de coleções dos anos de 2008 a 2018. Atualmente, o Diário Oficial do Estado (DOE) tem uma tiragem média de 220 exemplares/dia. Mas esse número já foi bem maior, de acordo com Laura Ângela, responsável pelo setor de circulação dos jornais.

“Nós temos que produzir uma demanda maior do que nossas assinaturas, porque podemos receber pedidos extras e temos que atender aos clientes. Por isso os exemplares vão sobrando. Uns cinco anos atrás, a tiragem dos jornais era maior, chegava até a 300. O que sobrava era guardado no almoxarifado até hoje”, informa ela.

Reaproveitamento – Todo o material de papel reciclável está sendo recolhido pela Catadores Associados para Limpeza do Meio Ambiente (Calma), associação que fica no Distrito Industrial de Manaus. A coleta é gratuita.

Depois de passar pela associação, o papel reciclado vai ser reaproveitado em uma propriedade rural de atividade agrícola, onde vai ser transformado em outro produto – neste caso, formas de ovos.

 

“Outra ação a ser feita dentro da Imprensa Oficial é a conscientização das pessoas sobre o correto descarte do material plástico, como copos de café e de água. Além disso, também está programada a compra de lixeiras para a coleta de lixos seletivos”, enfatizou Andréa.

Com a implantação do sistema de gestão ambiental, a Impeam visa finalmente reduzir o impacto ambiental de suas atividades, diminuindo a produção de rejeitos e o uso de recursos naturais.

“A reciclagem do lixo é uma realidade no país e em todo o mundo. Medidas deste porte contribuem para a sustentabilidade da nossa sociedade e do nosso planeta. Todo esse trabalho que está sendo implantado na Imprensa Oficial pode servir de exemplo para outros órgãos. Quem ganha somos todos nós: preservamos o meio ambiente, ajudamos outras pessoas e também deixamos nosso local de trabalho mais limpo e organizado”, concluiu o diretor-presidente Mário Aufiero.


Reportar Erro